fbpx

Como já todos estão familiarizados, a chegada da Black Friday incita a uma fase de gastos, por vezes, até desnecessários!
Neste artigo vamos contextualizar um pouco o que é o conceito da Black Friday e partilhamos algumas dicas para gerir o budget familiar da melhor forma possível.

Apesar de ser uma época de promoções significativas, a oferta é enorme e variada o que apela muito ao consumismo. Muitas famílias optam por esperar por esta altura do ano para agarrarem as promoções mais apelativas do que procuravam comprar. Também há quem aproveite a Black Friday para iniciar as suas compras natalícias, o que é uma excelente opção mas acaba por ser um custo muito concentrado.

A Origem da Black Friday

A Black Friday passou a ser uma das datas mais importantes para o setor do comércio, representando ótimas oportunidades tanto para o consumidor que aproveita a redução dos preços como para os lojistas de retalho e grandes superfícies que aumentam as suas vendas e aproveitam para escoar stock.

Com início nos Estados Unidos, a Black Friday começa no dia seguinte ao  Dia da Ação de Graças religiosamente vivido nos EUA e no Canada. Hoje em dia, acaba por ser uma ‘tradição’ e faz sentir-se em todo o mundo, pois são cada vez mais as marcas e consumidores que aderem à corrida das promoções.

Imagem alusiva à Black Friday

Dicas para viver a Black Friday, sem gastos desnecessários!

1- Faça uma lista do que realmente precisa.

Embora os descontos possam ser tentadores, comprar algo que não precisa realmente vai fazer com que seja um gasto desnecessário. Por isso, sugerimos que faça uma lista com todos os produtos que tenciona adquirir e até pode colocar lá o preço promocional para verificar se realmente corresponde à promoção desejada. Depois de ter a lista com os seus artigos preferidos deve priorizá-los para saber o que comprar primeiro. Se não exceder o orçamento, então aí sim poderá cometer uma ou outra extravagância.

2- Avalie se vale apena a promoção com uma breve pesquisa

Para poder tirar o melhor partido desta temporada de descontos deve planear a sua Black Friday com alguma antecedência, na lista anteriormente feita, poderá adicionar os preços e as respectivas promoções de cada produto que tenciona adquiri. Ao fazer uma pesquisa com algum antecedência irá evitar as compras por impulso. Conseguirá pesquisar pelas marcas ou lojas que oferecem os melhores produtos, avaliar se existem boas ofertas e comparar os preços promocionais. 

3- Escolha as manhãs

dê preferência às manhãs para aproveitar o melhor da Black Friday! Normalmente estes descontos vigoram durante um horário específico e estão associados a um stock limitado. Isto significa que se houver muita procura o artigo com aquele mega desconto pode esgotar-se muito rapidamente. Já compreende agora a razão das filas enormes nas lojas, durante a manhã?

4- Opte por sites de confiança

Caso opte por comprar online, tenha atenção aos websites com certificado de segurança e com as politicas de privacidade atualizadas. Para além disso, tome especial atenção às politicas de devolução. Saiba que, em plena Black Friday o período de trocas deve prolongar-se, pelo menos, até ao fim do mês de janeiro. ´Por norma, só por efetivar a compra online já dispõe de 14 dias, em caso de arrependimento, para devolver os artigos que tenha comprado. Ainda assim, deve certificar-se das condições em que pode devolver ou trocar os artigos em promoção.

Caso não conheça o site, mesmo que tenha promoções muito apelativas, procure saber melhor a existência e origem da marca, pois ainda existem muitas fraudes no meio online.

5- Pague com carões virtuais e guarde sempre o comprovativo da compra.

De forma a evitar fraudes ou de forma a garantir o menor prejuízo possível caso aconteça, opte por pagar com cartões virtuais. Tratam-se de cartões temporários que estão associados ao seu cartão original, mas têm um número, uma validade e um código de segurança diferente. Como têm um prazo de validade mais curto há uma menor probabilidade de vir a ser alvo de fraude e de acesso indevido à sua conta bancária. Poderá também fixar um limite máximo para o seu cartão virtual.

Por fim, mas não menos importante, guarde o comprovativo de encomenda com as características do produto para poder confrontar e verificar que o que lhe mandaram corresponde de facto ao que encomendou e pagou. Igualmente, se vier a ocorrer algum tipo de engano, é o comprovativo de pagamento que confirma que realmente pagou e quanto pagou.