Entrevista Gestão Empresarial

É Com grande satisfação que mais uma vez partilhamos consigo a nossa equipa, que todos os dias recebe mensagens como esta “ Fazem tanta falta, obrigada por fazerem o bem e ajudarem quem precisa” ! Esta é a nossa missão Atinja a sua Liberdade Financeira!

Ver entrevista completa na Gestão Empresarial

Soluções financeiras à sua medida

Tornar a vida financeira, de cada um, mais prática e facilitada é a missão da Financial Liberty, sobretudo, através do crédito consolidado. Vanessa de Oliveira e Fernandes, diretora-geral da empresa, desmistifica este tipo de crédito e fala das suas vantagens.

Com uma equipa de profissionais com mais de dez anos de experiência, quando foi fundada a Financial Liberty e qual a sua missão?

A Financial Liberty foi fundada em junho de 2018. Depois de estar alguns anos na área financeira, percebi como a situação económica de cada cidadão influencia o seu dia a dia e as consequências que isso traz. Dessa forma, a Financial Liberty tem como principal objetivo ajudar cada um na sua liberdade financeira. A falta de liquidez no dia a dia afeta as pessoas nas relações sociais, nas relações profissionais. Somos também pessoas com vivências que, procuramos através dos nossos conhecimentos, ajudar os outros a encontrar uma solução às suas questões financeiras e de alguma forma “aliviar” as suas preocupações.

Sendo uma área que envolve a vertente financeira, quais os serviços prestados pela empresa?

Na área financeira, prestamos serviços de crédito pessoal, crédito habitação, automóvel, mas a nossa maior incidência é o crédito consolidado. É neste tipo crédito que temos um grande número de clientes a solicitar ajuda e é neste crédito onde mais sentimos que podemos fazer a diferença.

Quais as mais-valias e vantagens em recorrer ao crédito consolidado? Como funciona todo o processo?

O crédito consolidado pode trazer muitos benefícios, na medida em que os clientes, para além de poderem baixar os encargos mensais, independentemente de aumentar ou não os prazos, reduzem o número de linhas de crédito. Por norma, o crédito consolidado está sempre associado a uma poupança mensal no que respeita a prestações, de facto a poupança pode ser expressiva. No entanto, muitas vezes é importante salientar que, o facto de passar a ter apenas uma prestação num único dia do mês, permite uma melhor gestão por parte de cada cliente, pois garante um pagamento atempado das prestações, não obriga a ter em mente várias datas de prestações, no caso de alguma destas falhar a ocorrência de taxas adicionais de atraso. A poupança não é feita apenas nas prestações, é também nos seguros associados e em alguns casos nas taxas associadas ao pagamento de cada prestação.

Quem pode recorrer a este tipo de crédito?

O crédito consolidado é acessível a todos aqueles que pretendam juntar as linhas de crédito. Quando falamos em liberdade financeira, falamos em ter mais liquidez disponível após pagar as suas contas, mas falamos também em saber que após a ocorrência de um pagamento, quanto é que vai ter na realidade disponível para o seu dia a dia, sem ser surpreendido por pagamentos de valores que não estava à espera. Dou este exemplo nos pagamentos dos cartões de crédito quando são percentuais, a maior parte dos clientes que nos chegam, contam que muitas vezes desconhecem quanto vão pagar do cartão.

Sendo este setor bastante competitivo e uma área sensível, de que forma se distingue a Financial Liberty dos restantes players na relação com o cliente?

Não considero que estejamos em competição com os restantes “players”, todos temos alguma especificidade que nos distingue, o que muitas vezes, pode ser uma vantagem para os clientes mediante as necessidades de cada um. Isto permite que, muitas vezes, estabeleçamos parcerias e em conjunto encontremos a melhor solução para cada cliente e a melhor forma de poupar. Por exemplo, uma empresa que trabalhe com seguros pode permitir que, para além de uma poupança nos seus financiamentos, possa poupar nos seus créditos, empresas que se complementam com outro género de serviços, por exemplo o jurídico ou a formação, poderemos ajudar na interpretação e elaboração contratual, resolução de conflitos e litígios. Na vertente formadora, temos dado formação a vários funcionários de algumas entidades no sentido de alertar para os cuidados com o endividamento.

Considera que a regulamentação existente, no que diz respeito ao crédito consolidado, é adequada? Na sua opinião, deveriam ser efetuados alguns ajustes?

A regulamentação é sempre algo positivo, na medida em que permite uma maior transparência na atividade e proteção, não só para os clientes, mas também para as próprias empresas que se coadunam e se identificam com um serviço de transparência e ética. Relativamente ao facto de precisar de alguns ajustes, existe a fase de adaptação, pois é algo relativamente recente, penso que o Banco de Portugal e os intermediários têm todos o mesmo objetivo, uma maior transparência, como tal, em conjunto, facilmente chegam a uma melhoria daquilo que se venha a verificar ser necessário ao longo do tempo.

Tendo em conta que estamos no arranque de um novo ano, quais os objetivos e projetos que a Financial Liberty pretende concretizar durante 2020?

Os nossos objetivos para 2020, passam por aquilo que já havíamos vindo a construir, continuar a crescer de uma forma consistente, com uma equipa sólida. A equipa está neste momento a aumentar, no entanto todos os elementos da equipa mantêm o propósito dos existentes e continuam a reger-se pelo serviço de excelência ao cliente, mantendo o sigilo, o respeito, a discrição a ética, a lealdade e o respeito, pautando pelos melhores critérios de conduta, não só para com os clientes, mas também para com os parceiros, que têm vindo a acreditar em nós e no cumprimento destes elementos que nos caracterizam. Queremos estar ao longo de 2020 ao lado de mais portugueses para que atinjam a sua liberdade financeira.

Deixe um comentario